blog Viriditas de Hildegarde de Bingen

23 juin 2017

Dia 1 - NOVENA DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS: O Sagrado Coração de Jesus acompanha minha vida.

IMG_2582

Salve Senhor,

Deus de Misericórdia!

Vida, Doçura e Misericórdia.

Amor Puríssimo,

Salve!

Sagrado Coração de Jesus

Acompanha-nos, à mim e aos meus, nesta novena,

onde somos convidados à tomar parte

desta Eucaristia e entrar no Reino de Deus.

Eu Quero ser um com o Teu Sagrado Coração!

Que o fogo do Teu Sagrado Coração,

purifique o meu coração

e me transforme profundamente.

*

Que o fogo do Teu Sagrado Coração

purifique (diga o nome da(s) pessoa(s))

para que a vontade de Deus possa, enfim,

ser realizada sobre sua(s) vida(s).

Que o fogo do Teu Sagrado Coração

purifique o coração de todos os meus familiares

e os abençõe com graças de amor, sabedoria 

e prosperidade.

*

Que o fogo do Teu Sagrado Coração

purifique o coração de meus amigos queridos,

suas famílias, seus negócios e suas casas.

Que o fogo do Teu Sagrado Coração

purifique o coração das pessoas 

de meu ambiente de trabalho

e/ou estudo para que a paz

e a serenidade reinem entre todos nós.

*

Que o fogo do Teu Sagrado Coração

purifique o coração de meus inimigos 

para que o discernimento e o perdão 

possam fazer sua morada.

*

Que o fogo do Teu Sagrado Coração

purifique os dirigentes de meus país,

para que tudo o que aconteça nesta terra 

seja concluído no Teu Amor e na Tua Vontade

e não em vontades terceirizadas,

dirigidas pelo ego.

*

Que o fogo do Teu Sagrado Coração

purifique o coração do Povo Brasileiro

para que tenhamos a humildade de aceitar

nossas falhas e a coragem de transformá-las 

com sabedoria para nos tornarmos 

uma nação mais íntegra e justa

conforme a vontade do Pai.

*

Que o fogo do Teu Sagrado Coração

nos queime no fundo d'alma,

nos aqueça intensamente,

nos afaste de uma vida morna 

e nos liberte da escravidão do mundo.

*

Glória ao Sagrado Coração de Jesus

Glória ao Calor de Seu Amor

Louvado seja o Sagrado Coração de Jesus

que nos libera de todo pecado e de toda culpa.

*

Santa Margarida Maria Alacoque, 

devota do Sagrado Coração de Jesus,

rogai por nós!

*

"Ordem sobre ordem, ordem sobre ordem

norma sobre norma, norma sobre norma,

ora para cá, ora para lá."

Isaías 28, 13

*

Sagrado Coração de Jesus

que seja assim na Terra como no Céu.

Amém.

❤️

 Esta matéria pode ser reproduzida, por favor, cite a fonte: 

VIRIDITAS DE HILDEGARDA DE BINGEN   

viriditasbingen.canalblog.com


12 juin 2017

18. DE SPIRITU SANCTO - AO ESPíRITO SANTO

Hildegarda e o Espirito Santo, a Luz Viva

18. AO ESPíRITO SANTO

Hino

Louvado seja, ó Espírito de fogo,

que age ao som dos tamborins

e das cítaras.

 *

O espírito dos homens queima de ti

e as tendas de suas almas

contém suas forças.

 *

De lá, a vontade se eleva

E dá à alma o sabor,

E o desejo que é a sua lanterna.

 *

A inteligência te chama com as pronúncias mais suaves

E te constrói os templos com a razão

que sua sangue e água para as obras de ouro.

 *

Mas o que o fruto proibido trouxe

pela mais negra das mortes,

tu, tu que trazes sempre uma espada

para o combater,

quando a nuvem negra encobre a vontade

e os desejos

nos quais a alma voa

se contorce por todos os lados.

 *

Mas o espírito é a ligação

da vontade e do desejo.

 *

Na verdade, quando o espírito se comporta dessa maneira

que ele quer

ver o mal nos olhos

e a cara da maldade,

mais rapidamente do que ele, tu o destróis pelo fogo

por que é essa a tua vontade.

Mas quando a razão

Diminui

Pelas obras do mal,

Tu a domas et tu a quebras, e quando tu a desejas,

Tu a trazes de volta

Pela impregnação da experiência.

 *

E quando o mal

desembainha sua espada contra ti,

tu a quebras ao enfiá-la em teu próprio coração,

como tu fizeste com o primeiro anjo caído,

ao precipitar no Inferno

a torre de seu orgulho.

 *

E lá, tu ergueste uma outra torre

para os publicanos e pecadores

que te confessavam seus pecados,

arrependidos de seus atos.

 *

Assim, todas as criaturas

que vivem para ti, te louvam,

pois tu és o balsámo mais precioso

para os membros quebrados e as feridas purulentas

e tu as transformas em pedras preciosas.

 *

Neste presente momento, condece-nos a graça

de nos reunir ao teu redor

e conduz-nos em direção aos caminhos justos.

Amém

 

DE SPIRITU SANCTO

Hymnus*

O ignee Spiritus, laus tibi sit,

qui in timpanis et citharis

operaris.

 *

Mentes hominum de te flagrant,

et tabernacula animarum eorum

vires ipsarum continent.

 *

Inde voluntas asdit

et gustum anime tribuit,

et eius lucerna est desiderium.

 *

Intellectus te in dulcissimo sono advocat,

ac edificia tibi cum racionalitate parat,

que in aureis operibus sudat.

 *

Tu autem semper gladium

habes illud abscidere,

quod noxiale pomum

per nigerrimum homicidium profert.

Quando nebula volutatem

et desideria tegit,

in quibus anima volat

et undique circuit.

 *

Sed mens est ligatura

voluntatis et desiderii.

 *

Cum vero animus se ita erigit,

quod requirit

pupillam mali videre

et maxillam nequitie,

tu eum citius in igne comburis,

cum volueris.

 *

Sed et cum racionalitas

se per mala opera

ad prona declinat,

tu eam, cum vis,

stringis et confringis et reducis

per infusionem experimentorum.

 *

Quando autem malum

ad et gladium suum educit,

tu illud in cor illius refringis,

sicut in primo perdito angelo fecisti,

ubi turrim superbike illius

in infernum deiscisti.

 *

Et ibi aliam turrium

in publicanis et peccatoribus elevasti,

qui tibi peccata sua

cum operibus suis confitentur.

 *

Unde omnes creature,

que de te vivunt, te laudant,

quia tu preciosissimum unguentum es

fractis et fetidis vulneribus,

ubi illa in preciosissimas gemmas convertis.

 *

Nunc dignare nos omnes

ad te colligere

et ad recta itinera dirigere.

Amen.

___________________

*Hino: Cântico, poema de invocação ou adoração que se canta nas igrejas. Composição musical acompanhada de versos em louvor. Coro, canto; louvor. Os hinos são conhecidos desde os primórdios da história e constituem uma das mais antigas formas assumidas pela poesia.

Traduzido livremente do francês: Ô branche verdoyante, / Tu te tiens dans ta noblesse / Comme l'aurore qui se lève. / Réjouis-toi à présent et exulte / Et daigne libérer les faibles que nous sommes / De l'habitude du mal, / Et tends ta main / Pour nous relever.

Imagem: Santa Hildegarda recebe a Visão vinda da Luz Viva, o Espírito Santo

Fonte : BINGEN, Hildegarde de, LOUANGES Poésies complètes du latin et présentées par Laurence Moulinier-Brogi, Orphée la Différence, Paris, 2014

 Esta matéria pode ser reproduzida, por favor, cite a fonte:

VIRIDITAS DE HILDEGARDA DE BINGEN  

viriditasbingen.canalblog.com

Posté par viriditas à 11:40 - - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags : , , ,

11 juin 2017

17. Louvor à Santa Trindade - Laus Trinitati

Le mystère de la TrinitéLouvor à Santa Trindade

Louvada seja a Santa Trindade,

som, vida

e criadora

de todas as coisas!

Louvado seja o Coro dos Anjos,

maravilhoso brilho dos mistérios

desconhecidos dos homens,

e  vida de todas as coisas!

 

LAUS TRINITATI

Antiphona

Laus Trinitati,

que sonus et vita

ac creatix omnium

in vita ipsorum est.

Et que laus angelice turbe

et mirus splendor archanorum,

que hominibus ignota sunt, est,

et que in omnibus vita est.

___________

*Antífona: Versículo  cantado  pelo  celebrante antes e depois de um salmo. Esta função deu origem ao estilo do Canto Antífonal. A palavra é de origem grega.

Nota: Traduzido livremente do francês: Louange à la Trinité, / Son, vie / Et créatrice / De toutes choses! / Et louange à la tropue des Anges, / Merveilleux éclat des mystères / Inconnus des hommes, / Et la vie de toutes choses!

Imagem: Iluminura Medieval "O Mistério da Santa Trindade"

Fonte : BINGEN, Hildegarde de, LOUANGES Poésies complètes du latin et présentées par Laurence Moulinier-Brogi, Orphée la Différence, Paris, 2014

 Esta matéria pode ser reproduzida, por favor, cite a fonte:

VIRIDITAS DE HILDEGARDA DE BINGEN  

viriditasbingen.canalblog.com

06 juin 2017

12. DE SANCTA MARIA – Á MARIE

IMG_8331

 Á MARIA

Hino

Salve, ó Generosa, ó Virgem gloriosa!

Filha da castidade,

matéria de santidade,

tu que agradaste à Deus!

Pois em ti,

o Altíssimo se uniu.

E em ti,

o Verbo dos céus vestiu a carne.

*

Tu és o lírio cintilante de pureza

que Deus olhou

antes de qualquer outra criatura!

Tu és a mais bela e a mais suave.

Como Deus ficou satisfeito contigo,

quando ele deu em ti,

o abraço de seu calor

e então, tu alimentaste

Seu Filho!

*

Teu ventre jubilava

quand tu fizeste sentir toda a sinfonia dos céus,

pois tu trazias o Filho de Deus, ó Virgem!

E tua pureza resplandeceu em Deus.

*

Tuas entranhas se rejubilaram

feito a planta que recebe o orvalho

e que lhe verdeja.

O mesmo acontece contigo,

ó Mãe de pura alegria.

*

Que toda a Igreja, neste momento, rutile de alegria

e faça ressoar sua sinfonia

para a doce Virgem Maria,

digna de louvores,

Mãe de Deus.

Amém.

 

DE SANCTA MARIA

Hymnus*

Ave, generosa, gloriosa et intacta puella.

tu pupilla castitatis,

 tiu materia sanctitatis,

 que Deo placuit.

 Nom hec superna infusio

 in te fuit,

 quod supernum Verbum

 in te carnem induit.

 *

Tu candidum lilium,

 quod Deus ante omnem creaturam

 inspexit.

 *

O pulcherrima et dulcissima,

 Quam valde Deus in te delectabatur.

cum amplexionem caloris sui

 in te posuit,

 ita quod Filius eius

 de te lactatus est.

 *

Venter enim tuus gaudium habuit,

 cum omnis celestis symphonia de te sonuit,

 quia, Virgo, Filium Dei portasti,

 ubi castitas tua Deo claruit.

*

Viscera tua gaudium habuerunt,

sicut gramen, super quod ros cadit,

cum ei viriditatem infudit,

ut et in te factum est,

o mater omnis gaudii.

 *

Nunc omnis Ecclesia in gaudio rutilet

ac in symphonia sonnet

propter dulcissimam Virginem

et laudabilem Mariam,

Dei Genitricem,

Amen.

___________

*Hino: Cântico, poema de invocação ou adoração que se canta nas igrejas. Composição musical acompanhada de versos em louvor. Coro, canto; louvor. Os hinos são conhecidos desde os primórdios da história e constituem uma das mais antigas formas assumidas pela poesia.

Nota: Traduzido livremente do francês: Salut, ô généreuse, ô Vierge glorieuse! / Pupille de chasteté, / Matière de sainteté, / Toi qui as plu à Dieu! / Car en toi, / Le Très-Haut s'est épanché. / Et en toi, / Le Verbe d'en haut a revêtu la chair. / Toi, le lys éticelant de blancheur / Que Dieu a regardé / Avant toute créature. / Ô toi, la plus belle et la plus suave, / Combien Dieu s'est plu avec toi / Lorsqu'il a placé en toi / L'étreinte de sa chaleur / Et qu'ainsi tu as nourri / Son Fils! / Ton ventre s'est réjoui / Quand tu as fait retentir toute la symphonie des cieux, / Car, ô Vierge, tu as porté le Fils de Dieu / Et ta pureté a resplendi en Dieu. / Tes entrailles se sont réjouies / Telle l'herbe qui reçoit la rosée / Que lui infuse la verdeur. / Il en fut de même en toi, / Ô Mère de toute joie. / Que toute l'Eglise, à présent, rutile de joie / Et fasse retentir sa symphonie / Pour la Vierge très suave, / Marie, digne de louange, / Mère de Dieu. / Amen.

Imagem: Iluminura Medieval da Virgem Maria

Fonte: BINGEN, Hildegarde de, LOUANGES Poésies complètes du latin et présentées par Laurence Moulinier-Brogi, Orphée la Différence, Paris, 2014

 Esta matéria pode ser reproduzida, por favor, cite a fonte:

VIRIDITAS DE HILDEGARDA DE BINGEN  

viriditasbingen.canalblog.com

Posté par viriditas à 03:25 - - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags : , , ,

05 juin 2017

11. DE SANCTA MARIA - Á MARIA

vierge et colombe

Á MARIA

Ó que grande milagre!

Na figura obediente de uma mulher1

o Rei introduziu-se.

Deus fez isso,

porque a humildade se eleva acima de tudo.

E que felicidade

esta mulher traz dentro de si!

Pois o mal, que veio da mulher2

Esta mulher3, em seguida, o apagou

ao edificar

o doce perfume das virtudes

E mais do que isso, ela ornamentou o céu

enquanto, em um tempo anterior, a outra4 pertubou a terra.

 

Antiphona*

O quam magnum miraculum est,

quod in subditam femineam formam

Rex introivit.

Hoc Deus fecit,

quia humilias super omnia ascendit.

Et o quam magna felicitas est

in ista forma,

quia malicia, que de femina fluxit,

hanc femina postea detersit,

et omnem suavissimum odorem virtutum

edificavit,

ac celum ornavit plus

quam terram prius turbavit.

_________

*Antífona: Versículo  cantado  pelo celebrante antes e depois de um salmo. Esta função deu origem ao estilo do Canto Antífonal. A palavra é de origem grega.

Notas: 1. Maria, 2. Eva, 3. Maria, 4. Eva

Traduzido livremente do francês: Ô quel grande miracle! / Dans la figure soumise d'une femme / Le Roi a pénétré. / Dieu a fait cela, / Parce que l'humilité s'élève au-dessus de tout. / Et quelle felicité / Recèle cette femme! / Car le mal, qui découla de la femme, / La femme l'a ensuite effacé / En construisant / Le très doux parfum des vertus / Et elle a plus orné le ciel / Que l'autre n'a jadis troublé la terre.

Fonte : BINGEN, Hildegarde de, LOUANGES Poésies complètes du latin et présentées par Laurence Moulinier-Brogi, Orphée la Différence, Paris, 2014

Hoje é segunda-feira de Pentecostes (lundi de Pentecôte) na França. Graças damos ao Espírito Santo que vem sobre nós!

 Esta matéria pode ser reproduzida, por favor, cite a fonte:

VIRIDITAS DE HILDEGARDA DE BINGEN  

viriditasbingen.canalblog.com

Posté par viriditas à 03:14 - - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags : , , , , ,


04 juin 2017

Oração ao Espírito Santo - PENTECOSTES

Enluminure de la Bible - Guiard des Moulins, Bible historiale, France, Paris, XVe siècle

Hoje é Pentecostes*. Vamos orar e louvar o Espírito Santo e pedir que suas dádidas e seus dons venham sobre nós e sobre nossas vidas. Hildegarda de Bingen nos deixou esta linda oração que é verdadeiramente um louvor ao Espírito Santo e sua Luz Viva.

"Chegando o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar. De repente, veio do céu um ruído, como se soprasse um vento impetuoso, e encheu toda a casa onde estavam sentados. Apareceu-lhes então uma espécie de línguas de fogo que se repartiram e pousaram sobre cada um deles. Ficaram todos cheios do Espírito Santo e começaram a falar em línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem”. (Atos dos Apóstolos 2:1-4)

Oração ao Espírito Santo

Louvado seja, ó Espírito de fogo!

Tu que ages ao som dos tamborins e das cítaras.

O espírito dos homens queima de ti

e as suas almas contém suas forças.

De lá, a vontade se eleva e dá à alma ao sabor

e ao desejo que é a tua lanterna.

A inteligência chama por ti com as pronúncias mais doces

e te constrói templos com a razão que traz o suor de sangue e água

para as obras de ouro.

Contudo, aquilo que o fruto proibido trouxe pela mais tenebrosa das mortes,

és tu que combaste com a espada

mesmo quando a nuvem negra encobre a vontade

e os desejos pelos quais a alma voa

e se contorce por todos os lados.

Mas o espírito é a ligação da vontade e do desejo.

Na verdade, quando o espírito se comporta dessa maneira

onde o que ele quer é ver o mal nos olhos e a cara da maldade,

muito mais rapidamente do que ele,

tu o destróis pelo fogo porque é essa a tua vontade.

Mas quando a razão diminui pelas obras do mal,

és tu que a doma e a quebra,

e quando tu a desejas, tu a trazes de volta

pela impregnação da experiência.

Quando o mal desembainha sua espada contra ti,

tu a quebras adentrando-a em teu próprio peito,

assim como tu fizeste com o primeiro anjo caído,

ao precipitar no Inferno a torre de seu orgulho.

E lá, tu ergueste uma outra torre para os publicanos e pecadores

que te confessavam seus pecados, arrependidos de seus atos.

Desta forma, todas as criaturas

que vivem para ti, te louvam

afinal, tu és o balsámo mais precioso

para os membros quebrados e as feridas purulentas

e tu, tudo transforma em pedras preciosas.

Então, agora mesmo, condece-nos a graça

de nos reunir ao teu redor e conduz-nos em direção aos caminhos justos.

Amém.

Hildegarda e o Espirito Santo, a Luz Viva

*Sobre PENTECOSTES: O termo “Pentecostes” se originou a partir do grego pentēkostḗ, que significa “quinquagésimo”, em referência aos 50 dias que se sucedem depois da Páscoa. Pentecostes é uma celebração religiosa cristã que comemora a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos de Jesus Cristo, cinquenta dias depois da Páscoa (Atos dos Apóstolos 2:1-4 - citado acima). Atualmente, o Pentecostes é comemorado principalmente pela igreja católica e ortodoxa, no entanto, ambas celebram em datas diferentes. Por norma, o Pentecostes é celebrado 50 dias depois do domingo de Páscoa, data instituída como a da ressurreição de Jesus Cristo. Para os cristãos, o Pentecostes é uma das datas mais importantes do Calendário Litúrgico, juntamente com a Páscoa e o Natal.

Imagem: Iluminura do século XV de Guiard des Moulins, Bíblia Histórica, França, Paris

Fonte : BINGEN, Hildegarde de, LOUANGES Poésies complètes du latin et présentées par Laurence Moulinier-Brogi, Orphée la Différence, Paris, 2014

 Esta matéria pode ser reproduzida, por favor, cite a fonte:

VIRIDITAS DE HILDEGARDA DE BINGEN  

viriditasbingen.canalblog.com

Posté par viriditas à 14:23 - - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags : , ,

10. DE SANCTA MARIA - Á MARIA

Vierge Oh Frondens Virga

 Antiphona*

O frondens virga,

in tua nobilitate stans

sicut aurora procedi,

nunc gaude et letare

et nos debiles dignare

a mala consuetudine liberare,

atque manum tuam porridge

ad erigendum nos.

 

Á MARIA

Ó caule verdejante,

firme em sua nobreza

assim como a aurora ao amanhecer.

Alegre-se agora e te rejubile,

liberte os fracos que nós somos

do hábito do mal

e estenda-nos tua mão

para nos levantar.

__________

*Antífona: Versículo  cantado  pelo celebrante antes e depois de um salmo. Esta função deu origem ao estilo do Canto Antífonal. A palavra é de origem grega.

Traduzido livremente do francês: Ô branche verdoyante, / Tu te tiens dans ta noblesse / Comme l'aurore qui se lève. / Réjouis-toi à présent et exulte / Et daigne libérer les faibles que nous sommes / De l'habitude du mal, / Et tends ta main / Pour nous relever.

Fonte : BINGEN, Hildegarde de, LOUANGES Poésies complètes du latin et présentées par Laurence Moulinier-Brogi, Orphée la Différence, Paris, 2014

 Esta matéria pode ser reproduzida, por favor, cite a fonte:

VIRIDITAS DE HILDEGARDA DE BINGEN  

viriditasbingen.canalblog.com

Posté par viriditas à 09:59 - - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags : , , , , ,

03 juin 2017

9. DE SANCTA MARIA - Á MARIA

11657309_10207265347781671_767978616_n

9. DE SANCTA MARIA

Antiphona*

Cum erubuerint

infelices in progenie sua,

procedentes in peregrinatione casus,

tunc tu clamas clara voce,

hoc modo homines elevans

de isto malicioso casu.

Á MARIA

Enquanto eles avançavam,

infelizes e rugindo por causa de sua linhagem

no caminho do exílio aberto por causa da Queda1

Tu, tu chamas, com uma voz deslumbrante

e assim, levanta os homens

do mal de sua Queda.

__________

*Antífona: Versículo  cantado  pelo celebrante antes e depois de um salmo. Esta função deu origem ao estilo do Canto Antífonal. A palavra é de origem grega.

Nota: 1. Queda de Adão

Traduzido livremente do francês: Alors qu'ils avançaient, / Malhereux et rougissant de leur lignée / Sur la route d'exil ouverte par la Chute, / Toi, tu appelles, d'une voix éclatante, / Relevant ainsi les hommes / Du mal de la Chute.

Imagem: Iluminura Medieval da Virgem Maria

Fonte : BINGEN, Hildegarde de, LOUANGES Poésies complètes du latin et présentées par Laurence Moulinier-Brogi, Orphée la Différence, Paris, 2014

 Esta matéria pode ser reproduzida, por favor, cite a fonte:

VIRIDITAS DE HILDEGARDA DE BINGEN  

viriditasbingen.canalblog.com

Posté par viriditas à 06:00 - - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags : , , , , ,

02 juin 2017

8. DE SANCTA MARIA - Á Maria

IMG_5417

8. DE SANCTA MARIA

Antiphona*

Cum processit facture digitii Dei,

formata ad imaginem Dei

in ortu mixti sanguinis

per peregrinationem casus Ade,

elementa susceperunt

gaudia vite,

o laudabilis Maria,

celo rutilante

et in laudibus sonante

_________

Á Maria

Assim que a obra do dedo de Deus,

modelada à imagem de Deus

e nascida de uma mistura de sangue,

se engaja no caminho do exílio que foi aberto por causa da queda de Adão,

os elementos acolheram

as alegrias da vida,

Ó Maria digna de louvores!

No ardor do Céu

ressoam os louvores

___________

*Antífona: Versículo  cantado  pelo  celebrante antes e depois de um salmo. Esta função deu origem ao estilo do Canto Antífonal. A palavra é de origem grega.

Nota: Traduzido livremente do francês: Lorsque l'oeuvre du doigt de Dieu, / Modelée à l'image de Dieu / Et née d'un mélange de sang, / S'engagea sur le chemin d'exil ouvert par la chute d'Adam, / Les éléments accueillirent / Les joies de la vie, / Ô Marie digne de louange! / Das le flamboiement du ciel / Résonnant de louanges.

Imagem: Iluminura Medieval da Virgem Maria

Fonte : BINGEN, Hildegarde de, LOUANGES Poésies complètes du latin et présentées par Laurence Moulinier-Brogi, Orphée la Différence, Paris, 2014

 Esta matéria pode ser reproduzida, por favor, cite a fonte:

VIRIDITAS DE HILDEGARDA DE BINGEN  

viriditasbingen.canalblog.com

Posté par viriditas à 19:24 - - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags : , , , ,

01 juin 2017

7. DE SANCTA MARIA - Á MARIA

11694365_10207265348101679_237489651_n

7. DE SANCTA MARIA

Antífona*

Quia ergo femina mortem instruxit,

clara Virgo illam interemit,

et ideo est summa benediction

in feminea forma

pre omni creatura,

quia Deus factus est homo

in dulcissima et beata Virginie.

 

Á MARIA

Porque foi uma mulher que trouxe a morte,

uma Virgem de Luz a aboliu.

Assim a suprema benção repousa,

antes de qualquer outra criatura,

sobre a figura da mulher.

Pois Deus se fez homem

por intermédio de uma Virgem doce et bem-aventurada.

___________

*Antífona: Versículo cantado pelo celebrante antes e depois de um salmo. Esta função deu origem ao estilo do Canto Antífonal. A palavra é de origem grega.

Imagem: Iluminura da Virgem Maria

Nota: Traduzido livremente do francês : Ô gemme radieuse, / Pur éclat du soleil / Qui s'est répandu en toi, / Source jaillissant / Du coeur du Père, / Lui ui est son uniue parole, / Par lauelle il a créé / La première matière du monde, / Qu'Eve a bouleversée. / Cette Parole a façonné l'homme / Pour toi, ô Père. / C'est pourquoi, Marie, tu es cette brillant matière, / Par laquelle le Verbe à son tour, a répandu, / Toutes les vertus / Comme, de la preimière matière, il a tiré / Toute la création.

Fonte : BINGEN, Hildegarde de, LOUANGES Poésies complètes du latin et présentées par Laurence Moulinier-Brogi, Orphée la Différence, Paris, 2014

 Esta matéria pode ser reproduzida, por favor, cite a fonte:

VIRIDITAS DE HILDEGARDA DE BINGEN  

viriditasbingen.canalblog.com

Posté par viriditas à 06:00 - - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags : , , ,