IMG_7397

Santa Hildegarda de Bingen já sabia o quanto a tristeza corrói nossa alma e nos afasta de Deus. Como grande visionária, em suas profecias, ela deixou claro que muitos males assolariam a humanidade e muitas pessoas ficariam perdidas, confusas e pior, afastadas de Deus, da Fonte, do Todo!

Infelizmente, seus escritos realizados no século XII, são confirmados pela realidade amarga e cruel que vemos atualmente no mundo e, em muitos casos, perto de nós.

Nossas crianças e jovens crescem perdidos e sem referência num mundo onde tudo é inescrupulosamente permitido e onde a ilusão impera para mais tarde, eles mesmos tornarem-se pais sem base para educar seus filhos, perpetuando assim, um ciclo doente, feito a serpente oroibos que morde a própria cauda e não conseguindo libertar-se, prova do seu próprio veneno. E quantas gerações vêm vivendo assim: vivendo nessa tristeza!!!

Além disso, os adultos, oprimidos por uma vida onde redes de mentiras são tecidas constantemente ao seu redor, onde o tempo lhes é roubado com excesso de atividades e distrações fúteis e que não lhes alimenta a alma, mais os compromissos e obrigações incessantes que, para muitos, torna-se um peso ou uma exploração!

Há também  o trabalho mal-remunerado e que não condiz com a vocação e os anseios da alma de cada um e que por isso, faz com que mais e mais pessoas vivam a nostalgia de uma vida que desejam, mas não acreditam mais possível e entregam-se à tristeza, tornando a alma melancólica e com isso, presa fácil do invisível das trevas, do suicídio, da falta de esperança, da manipulação, enfim, daquilo que Hildegarda de Bingen viu como o vício 35: a TRISTEZA. 

Mas não podemos e não devemos esquecer que Deus está no controle de tudo, de todas as coisas, de toda a Sua Criação! E, para combater a Tristeza, ele também enviou a grande virtude da ALEGRIA Celeste! Sim, Seu Amor e Sua grande Misericórdia permitem que nossa alma recupere seu domínio de si através da alegria, estado em que o homem nasceu para viver eternamente.

Devemos lutar incessantemente pela alegria de nossa Alma (e não de nosso ego) para termos a Alegria Celeste em nossas vidas mesmo diante de situações difíceis e de obstáculos que todos nós - criaturas de Deus - estamos sujeitas nesta Terra. 

Por isso, Santa Hildegarda deixou-nos o conhecimento dos Vícios e das Virtudes! Ela também pede-nos a união e a unidade de Nossa alma com Deus em nossas vidas, visto que a Alma anseia profundamente pelo seu Criador e assim sendo, é impossível para ela ser feliz longe de Deus. Ou seja, é impossível para nós sermos felizes sem Deus dentro de nós e em nossas vidas.

Além de nos deixar recomendações aos cuidados que devemos ter em relação à nossa...

- Alma: oração, caridade, engajamento e prática espiritual constante e diária;

- Mente e Psiquê: meditação, observação e elevação dos pensamentos etc;

- Energia/Natureza: buscar Viriditas, a energia vital da Criação - que é de cor verde - e está em tudo, em toda Natureza, sobretudo nas plantas!;

- Beleza: buscar a beleza nas obras de Deus e envolver-se com essa beleza que, assim, alimenta e enobrece a Alma, transportando-a à frequências mais elevadas e permitindo assim, a sua alegria. Santa Hildegarda deixou iluminuras que podem (e devem) ser apreciadas (ou comtempladas) por seu poder e força mas, sobretudo, elas deixou-nos belas composições musicais que trazem descanso (para as almas cansadas), paz e harmonia, quietude interior, elevação das frequências e colocam-nos na presença de Deus...

...então, além de tudo isso, Hildegarda de Bingen também deixou recomendações para os cuidados que devemos ter em relação ao nosso FÍSICO (que é o Templo do Espírito Santo) e nossa saúde. Um corpo doente tem mais tendência à caminhar para a tristeza do que um corpo são (embora, isso não seja uma regra)!

Deixo aqui abaixo as recomendações que Hildegarda de Bingen deixou para aqueles que sofrem do vício da Tristeza & Melancolia e buscam cuidar de si - corpo e Alma - para obterem a Alegria que é, e deve ser o estado natural do ser humano.

IMG_7400

 Recomendações de Hildegarda de Bingen para trazer alegria à alma e combater a tristeza

1. Desintoxicar o organismo e mudar a alimentação. Busque consumir principalmente os "alimentos da alegria" (sobretudo, o vinho aguado e os biscoitinhos da alegria). Em alguns casos, é preciso começar pelo corpo para chegar até a alma;

2. Hildegarda recomenda a utilização de alguns minerais (veja abaixo) mas desaconselha o jejum neste caso, pois ele seria muito "doloroso" à alma de uma pessoa triste. A alma triste tem, geralmente, pouca energia e o jejum gastaria ainda mais energia desse pouco que ela tem;

3E sobretudo, ela pede para que a pessoa triste ore e louve à Deus por tudo e por todos, mesmo o que lhe é difícil ou inaceitável. E em tudo, busque beleza divina em sua vida.

ALIMENTAÇÃO 

Alimentos "antimelancholica": veja AQUI;

Trigo Espelta: veja AQUI;

Vinho Aguado: veja AQUI;

Biscoitinhos da Alegria: veja AQUI;

Amêndoas: veja AQUI;

Aveia: veja AQUI;

Funcho & Erva-Doce: veja AQUI;

Segurelha-Anual: veja AQUI;

Camomila Espanhola: veja AQUI;

Hissopo: veja AQUI;

Arruda: veja AQUI;

MINERAIS

1. Ametista: use uma ametista num colar ou anel (de maneira que esteja em contato com sua pele) e ela te ajudará à dissipar e afastar seus pensamentos e sentimentos negativos. Segundo Hildegarda, a ametista é muito eficaz contra os estados depressivos;

2. Ônix: toda vez que você se sentir triste ou deprimido, contemple um ônix durante alguns instantes e em seguida, coloque-o em sua boca. Sua tristeza se dissipará;

3. Calcedônia: usá-la sobre a pele como um colar, pendente ou pulseira. Sobre esta pedra, Hildegarda diz: "...Ela traz paz de espírito e a raiva não terá mais domínio sobre esta pessoa."

ORAÇÕES

Sobretudo, louvores e agradecimentos à Deus por tudo o que te acontece (mesmo que você não aceite, não entenda etc) - apenas louve e agradeça. Veja os Salmos 104 e 105;

Ore todos os dias a Oração do Topázio Imperial que é uma oração de unidade com Deus. A alma unida à Deus jamais é triste pois Deus é alegria. 

IMG_7401

ENTENDA O VÍCIO DA TRISTEZA E ENCONTRE A VIRTUDE DA ALEGRIA

Tristitia x Caeleste gaudium

Tristeza x Alegria

Desgosto da Vida x Alegria Celeste

Melancolia x Exultação, Dinamismo

O vício TRISTEZA (MELANCOLIA) é o 35° vício do 5° grupo de Vícios e Virtudes. Sua virtude correspondente é a ALEGRIA (ALEGRIA CELESTE).

A virtude Alegria Celeste faz parte do 35° grupo de Vícios e Virtudes.  O vício que ela combate é a Melancolia.

TRISTEZA

Hildegarda de Bingen vê a Melancolia Profunda na alegoria1 de uma figura feminina nua emaranhada numa árvore que ergue seus galhos nus para o céu. Sua futilidade é tamanha que ela se agarra aos galhos mortos e reclama de sua vida: "Ah! Antes eu não tivesse nascido!" 

A tristeza obstinada transforma-se em melancolia profunda. A pessoa que sofre desse vício vive num estado permanente de tristeza e desânimo da vida (ou ainda pior, desespero), mesmo nos dias em que sente-se bem e poderia cultivar a alegria dentro de si. 

Há um sentimento de inquietação profunda onde o desespero pode ocupar um grande espaço. O perigo aqui é o abandono de si e mais perigoso ainda, o suícidio. A vida para essa pessoa perdeu completamente o sentido. Em vez de viver, ela sobrevive e em outros casos, apenas "vegeta". 

ALEGRIA

A alegria, sempre muito firme, responde à tristeza: "Você não sabe o que diz porque você é cega e surda. Deus te fez um ser humano radiante mas por causa da sua falta de fé, as serpentes nos jogaram  dentro de um oceano de desânimo. (...) Ao invés de cultivar a confiança, você cultiva o diabólico pois você não quer saber de nada; nem conhecer ou procurar os remédios que vem de Deus."

A alegria oferece todos os seus atos para Deus. Tudo o que ela faz, ela consacra ao Senhor. Ela convida a tristeza à fazer o mesmo e oferecer à Deus, todos os seus atos.

Ao tomarmos consciência daquilo que fazemos e sobretudo, de quem somos, nós "acordamos" para a força e a beleza real que emana de nosso ser. A Alegria reconhece esse valor em tudo o que faz e enche-se de fé e confiança em si, na vida e no Criador. A Alegria traz este exemplo para você:  seja uma pessoa de fé e segura de si e que, por isso, não tem medo. E se por acaso, mesmo assim, o medo bater à sua porta, enfrente-o com coragem, tendo certeza na Vitória de Deus em sua vida.

MENSAGEM

A virtude ALEGRIA CELESTE tem uma mensagem para você. Quer conhecê-la?

IMG_7402

VEJA MAIS AQUI.

Notas:

1. Nas visões de Hildegarda de Bingen, os vícios aparecem sempre como alegorias. Os vícios aparecem nas mais diversas formas, em geral, vindos de uma nuvem negra. Ao contrário dos vícios, as virtudes nem sempre são descritas com uma aparência «física» e concreta mas de uma maneira mais subjetiva e espiritual; em geral elas são  resplandecentes e plenas de beleza e alegria de viver! Santa Hildegarda escreveu: "Dessa nuvem, eu vi diferentes tipos de vícios em forma de alegorias."

Fonte:

1. Les Mérites de la Vie (Principes de Psychologie Chrétienne), textes traduits et présentés par Michel TROUVE et Pierre DUMOULIN;

2. La guérison du corps et de l'esprit par Hildegarde de Bingen, par Wighard STREHLOW, Éditions Dangles.

IMG_0486