IMG_3907Hildegarda de Bingen não menciona outros cereais, tais como o arroz, a quinoa, o milho, o amaranto etc (até porque alguns cereais eram completamente desconhecidos de Hildegarda devido à sua época - século XII - e também, pelo local onde viveu). 

A decisão de consumir esses cereais é inteiramente nossa e deve ser tomada com discernimento, ainda mais que vivemos uma época em que é seguro saber tanto a proveniência como a maneira que o alimento foi cultivado. Além disso, também devemos levar em conta se esse cereal será bom para o nosso quadro digestivo, enfim, para nossa saúde num todo.

De maneira geral (como já especificava Hildegarda), é melhor preferir o alimento que cresce em nosso solo, perto de nós, em nossa região.

IMG_3905

Na Alimentação Hildegardiana, o Trigo Espelta é o alimento privilegiado por Hildegarda de Bingen. Infelizmente, este trigo - muito difundido na Alemanha e em outros países da Europa - ainda não é encontrado em todos os lugares. A aveia, em alguns casos,  pode ser uma boa alternativa.

IMG_3908

No entanto, procure conhecer os cereais que crescem perto de você. Eles trazem a força do seu solo e como já foi dito logo acima, isso era algo muito importante para Santa Hildegarda!

IMG_3886